Personal Coach ou Amigo Comprado!?


Na corrida para o sucesso, algumas novas nomenclaturas e profissões estão sendo constantemente adaptadas para as novas necessidades do mercado e principalmente das expectativas de projeção, tanto profissionais como pessoais, não quero aqui discutir os valores que movem esta procura, mas se juntarmos, exigências de mercado e necessidades pessoais, temos uma grande e suculenta fatia de atuação há ser disputada.


Nos anos 90 esta fatia era de predominância profissional, empresas que sentiam necessidades especificas procuravam consultorias especializadas, estes profissionais eram uma novidade no mercado os “Consultores”, usavam de seu “Know-how” a favor das entidades que os contratavam e assim preencher os “Gaps”.

Recentemente uma nova nomenclatura entra com força, a figura do “Coach”, conceito que amplia o campo de atuação, transitando do profissional ao pessoal sem problemas... Basta ter uma necessidade que o  Coach entra em ação, do financeiro ao emagrecimento, este profissional pode escolher uma especialização inclinando-se para Coaching Profissional ou Coaching Pessoal, eu falo em inclinação, pois em muitos casos fica difícil de separar estes campos.

Quero arriscar e separar; para justificar o titulo, quando comparo o Personal Coach com Amigo Comprado, sei que fujo um pouco do conceito e que não estou 100% correto e que provavelmente terei que trabalhar algumas criticas, incluindo as minhas próprias, já que também atuo nesta área e sei que a confiança ente as partes é o alicerce e que confiança sem amizade é impossível.

Em algum momento a correria para o sucesso (defina sucesso como você quiser) perdemos algumas referencias e valores, baixando nossa autoestima e desorientados corremos atrás de coelhos como cães de corrida, ficamos cegos para muitas coisas e nosso egoísmo aflora em pequenos detalhes entre outras coisas, que geralmente não são percebidas por nós mesmos, mas se tivéssemos um amigo para nos alertar seria diferente! Isso se ainda nos restasse um pouco de tolerância, pois geralmente temos dificuldades em aceitar ideias que não sejam as nossas, que dirá! Quando tem gosto de critica, preferimos ficar próximos de pessoas similares a nós para não sair de nossa zona de conforto, mesmo que isto signifique estagnação.

O ultimo amigo que me advertiu do meu excesso de peso, levou uma resposta um tanto grosseira, seguida de um tapinha nas costas e um agradecimento, provavelmente minha grosseria foi pela forma explicita que ele usou, mas me fez pensar depois de sua ligação pedindo desculpas, não pelo dito, mas pela forma, provavelmente um Personal Coaching usaria outras palavras e outra forma, certamente mais assertivas, mas os resultados seriam similares, dependendo sempre da capacidade de assimilação.

Então recorremos ao Personal Coaching, que suprirá esta lacuna, mas de maneira profissional, o que é verdadeiramente valido, o risco é pensar que por que estou pagando, este profissional deverá dizer aquilo que quero ouvir ou agir de forma a não modificar meu modo de pensar, o pior seria encontrar um Personal Coaching, que se molde a esta expectativa.

Se não estiver aberto a modificar sua vida, não contrate um Personal Coaching, se não estiver disposto a mudar não faça amizades, se não quiser mudanças não reclame... mas se estiver disposto a modificar sua vida, contrate um Personal Coaching, cultive amizades e não seja seu próprio sabotador.

Lembre-se: "Ninguém tropeça em montanhas", são os pequenos pedregulhos que nos derrubam.
(Claudio Ramirez)